Notícias

29/10/2019

Falha dava acesso à câmera e microfone de robôs em hotéis no Japão

Falha dava acesso à câmera e microfone de robôs em hotéis no Japão

A cadeia de hotéis japonesa H.I.S Group admitiu que robôs instalados nos quartos de seus hotéis eram “hackeáveis”. A empresa lamentou o ocorrido. De acordo com o portal Tokyo Reporter, os robôs poderiam ser explorados por cibercriminosos, já que davam acesso em tempo real à câmera e microfone dos dispositivos.

Como explica o portal, um dos hotéis da rede, o Henn na Hotel, é composto inteiramente por funcionários robôs. Ao chegar, por exemplo, o hóspede faz o check-in com robôs dinossauros uniformizados. O hóspede consegue acesso ao seu quarto por um sistema de reconhecimento facial, que reconhece e autoriza a abertura da porta. Dentro de cada quarto há também um robô assistente de cabeceira, conhecido como Tapia Robot, para servir o hóspede.

No entanto, um pesquisador de segurança digital identificou que esse robô assistente podia ser facilmente hackeado, possibilitando acesso remoto ao áudio e vídeo gravados pelo robô.

O pesquisador, Lance R. Vick, disse no Twitter que reportou a H.I.S Group há algumas semanas atrás, mas não obteve resposta. No dia 11 de outubro, Vick tornou público a vulnerabilidade dos robôs.

Ainda de acordo com o portal, após Vick expor as vulnerabilidades, a rede de hotéis se manifestou, também pelo Twitter, pedindo desculpas por qualquer desconforto causado. A empresa acredita que o risco de acesso remoto à câmera e microfone dos robôs é baixo, mesmo assim, afirma que foram atualizados. 




FONTE: itmidia COM HC3 TELECOM