Notícias

01/03/2019

Ministério Público adquire ferramentas para investigar PCs e celulares

Ministério Público adquire ferramentas para investigar PCs e celulares

O Ministério Público do Estado de São Paulo anunciou nesta semana a aquisição de ferramentas para realizar investigações forenses em computadores e dispositivos móveis.

Conforme o órgão, as soluções adquiridas são fornecidas pela desenvolvedora especializada Cellebrite e tem o objetivo de melhorar a capacidade e a estrutura de investigação dos promotores e procuradores.

As novas ferramentas do MP-SP incluem um kit móvel para extrações de dados de dispositivos móveis e computadores, e soluções para análise rápida e precisa de dados e para a criação e compartilhamento de relatórios dinâmicos – veja uma lista completa das funcionalidades abaixo.

De acordo com o comunicado publicado pelo órgão em seu site, as solicitações para uso dessas soluções adquiridas poderão ser realizadas diretamente ao CAEX, e o suporte será dado pelo CTIC.

Funcionalidades

Confira abaixo as principais funcionalidades das ferramentas da Cellebrite adquiridas pelo Ministério Público de São Paulo:

• A análise de grandes volumes de fontes de dados heterogêneos, de modo que os usuários poderão organizar, pesquisar, mapear, visualizar e gerenciar dados simultaneamente, identificando padrões, revelando conexões e descobrindo pistas com mais velocidade e maior precisão;

• Análise de arquivos lógicos e dados extraídos fisicamente, descoberta de indícios críticos e quebra de padrões, senhas ou bloqueios de PIN, superando os desafios de criptografia;

• Extração, preservação e análise de dados de redes sociais públicas e privadas, mensagens instantâneas, armazenamento de arquivos e outros conteúdos baseados em nuvem, e a respectiva pesquisa, filtragem e e classificação dos dados com facilidade para identificar rapidamente os suspeitos, vítimas, locais e muito mais;

• Criação e compartilhamento pelos membros do MPSP de relatórios dinâmicos, o que proporciona uma maneira simples e intuitiva de colaborar com integrantes da equipe que podem não ter acesso aos produtos de extração, decodificação e análise da Cellebrite;

• Possibilidade de implantação do uso das ferramentas de perícia digital em um PC, laptop, servidor ou outro hardware, na hipótese de perícia em laboratório ou investigação de campo;

• Kit móvel para extrações de dados de dispositivos móveis e computadores durante as operações.

• Extração física de dados e a extração de bloqueio de usuários de telefones fabricados com chipsets chineses, como MTK e Spreadtrum 








FONTE: itmidia COM HC3 TELECOM